Covid-19

A Associação Cidadãos de Esposende disponibiliza Mascaras de proteção FFP2 gratuitas

A Associação Cidadãos de Esposende disponibiliza Mascaras de proteção FFP2 gratuitas

Antecipando os acontecimentos a Associação adquiriu 500 mascaras de proteção, fizemo-lo quanto tivemos conhecimento do primeiro caso Covid19 em Portugal.

Temos Facultado as mascaras aos nossos sócios e aqueles que tem apoiado as nossas diferentes atividades, no entanto e perante a dificuldade em adquirir uma mascara seja pela insuficiência seja pelo preço que hoje se pratica, passamos a disponibilizar a quem necessite uma mascara.

Caso tenha necessidade de uma mascara entre em contato com a Associação e agendamos um local para proceder a entrega.

Associação disponibiliza Computadores gratuitos

A Associação Cidadãos de Esposende disponibiliza computadores de forma gratuita.

Perante a situação que todos vivemos a formação seja da Universidade Sénior de Esposende ou da Programação Jovem estão suspensas, os computadores que dispomos ficam assim livres para ser emprestados a quem necessite.

Caso tenha necessidade de um computador para apoio ao seu filho ou mesmo para seu uso pessoal entre em contato com a Associação.

É uma irresponsabilidade flagrante pedir um Plano de Contingência?

Lemos hoje um “comunicado” que numa primeira analise nem deveria ser alvo de resposta porque mais parece um texto político a um texto de quem tem a responsabilidade de gerir um concelho, no entanto e porque os Esposendenses confiam em nós optamos por dar resposta a algumas das afirmações que nele constam:

Refere o comunicado:

“Manutenção de vias que não são da nossa responsabilidade”

Sim! Chamamos a atenção da Câmara para os buracos que existiam nas rotundas e depois de o termos feito, foram os serviços municipais tapar os mesmos.

Porque só taparam os buracos depois de nós alertarmos?

E se não era responsabilidade da Câmara porque o fizeram então?

Sim! Vamos continuar a chamar a atenção sobre buracos seja nas rotundas seja nas nacionais que passam pelo concelho.

O “Prato Identitário de Esposende” e a “Confusão com o Prato”

Sim! Pedimos uma mudança do prato identitário de Esposende

Um prato que não teve os resultados prometidos, um prato que ninguém encontra e pedimos uma mudança, não deixa de chamar a atenção que a maior parte dos pratos no concurso Março com Sabores a Mar tenha o Robalo como ingrediente principal.

Sim! Vamos continuar a insistir nessa mudança

O plano de Contingência COVID-19  – “Atitude desta associação, num tema tão sensível, reflete uma irresponsabilidade flagrante”

Dizer que é irresponsabilidade da Associação pedir um plano de Contingência é algo que não se entende.

Sim! Pedimos um plano de contingência e pedimos através de uma nota de imprensa enviada aos meios de comunicação social, é irresponsabilidade pedir um plano que proteja a população de Esposende? Que incomodo  causou? Pedirmos um Plano de Contingência? Ou não o ter na altura colocado na prática?

“Não precisam, nem nunca precisarão, os Munícipes de Esposende de qualquer tipo de interlocutor ou intermediário para recorrer aos serviços do Município ou para dar nota das suas preocupações”

Sim! Precisam e a prova disso são 83 envios para o Presidente da Câmara Municipal de Esposende dando conta de situações que necessitavam de imediata intervenção. Poderia esclarecer quem deu a conhecer os resíduos na costa de Esposende, tal era a dimensão que teve a Câmara de pedir o apoio da Polis Litoral Norte, quem deu a conhecer o estado dos passadiços em Esposende com buracos de dois metros ou pode explicar aos Esposendenses quem deu a conhecer o estado dos parques públicos utilizadas pelas crianças, são alguns dos 83 envios que justificam um interlocutor 

O resto das afirmações constantes no Comunicado e pela falta de conteúdo das mesmas nem merecem comentários. De uma coisa podem estar certos VAMOS CONTINUAR A TRABALHAR E A DEFENDER OS ESPOSENDENSES e são estes comunicados que nos dão ainda mais vontade de trabalhar.

O Plano que apareceu 4h depois da nossa intervenção

No dia 9 de Março às 9h 45m a Associação enviou para a Comunicação Social uma nota de imprensa dando conta da sua preocupação sobre a falta de um Plano de Contingência para Esposende de forma a prevenir a propagação do Covid-19, as  primeiras noticias surgem online em vários meios de comunicação às 10h

Nessa nota colocamos ao Presidente algumas questões sendo elas:

  1. Foi feito o reforço dos stocks de materiais de higienização como gel desinfetante para as mãos ou toalhetes, existem em todos os serviços e equipamentos municipais?
  2. Foi feito um reforço da limpeza dos serviços e equipamentos municipais?
  3. Foram afixados nos diversos espaços informação prática sobre autoproteção individual?
  4. Estão definidos os recursos humanos mínimos para cada uma das áreas prioritárias e assegurar linhas de substituição?
  5. Na eventualidade de um período crítico está assegurada uma “reserva estratégica” de bens ou produtos cuja falta possa comprometer o exercício das atividades essenciais e prioritárias?
  6. A câmara municipal de Esposende referiu que o Albergue de São Miguel de Marinhas registou, em 2019, a passagem de 7127 peregrinos, que medidas vão ser tomadas nesse espaço?
  7. A câmara municipal de Esposende referiu que o Centro de Informação Turística local registou, em 2019, uma afluência de 4790 visitantes, que medidas vão ser tomadas nesse espaço?
  8. A câmara municipal de Esposende referiu que o Centro Interpretativo de S. Lourenço teve, em 2019, a visita de 11.363 pessoas, que medidas vão ser tomadas nesse espaço?
  9. Quem são os responsáveis estratégicos pelo Plano Municipal de Emergência de Proteção Civil de Esposende, a informação que consta no site planos.prociv.pt é a que vigora atualmente?

Passado 4h de sair na comunicação social a Câmara apresenta um Plano com um cartaz, uma interdição na Biblioteca Municipal e dois folhetos informativos.

Passado 48h de sair na comunicação social a Câmara apresenta um Plano de acordo com as recomendações da DGS

O Plano de Contingência do Município de Esposende

  1. A suspensão da atividade das Piscinas Municipais Foz do Cávado-Esposende e Piscinas de Forjães;
  2. A suspensão da atividade nos equipamentos desportivos municipais, à exceção de treinos e competições oficiais para equipas e atletas federados, mediante indicação das respetivas associações ou federações, bem como as atividades curriculares habituais. Nos treinos e competições está interdita a assistência de público;
  3. A suspensão de todas as atividades e eventos promovidos pelo Município de Esposende, ou promovidos em articulação com outras entidades, designadamente Juntas de Freguesia, empresas municipais, IPSS, Associações e outras;
  4. A suspensão de todas as atividades desenvolvidas em espaço público municipal e em equipamentos municipais, nomeadamente no Auditório Municipal, Centro de Informação Turística, Fórum Rodrigues Sampaio, Auditório da Biblioteca Municipal e Sala Polivalente da Casa da Juventude;
  5. Não são autorizadas deslocações em serviço para fora dos limites administrativos do concelho, incluindo atividades de formação;
  6. O condicionamento do acesso ao Mercado Municipal a um número restrito de pessoas, em simultâneo, bem como à Feira Quinzenal de Esposende, promovendo-se ações de sensibilização visando a segurança das pessoas;

Acompanhe toda a informação do Covid-19 na nossa página de Alertas: www.AlertaCidadao.pt